ANALITYCS

Flexão - Exercícios resolvidos


1. A viga abaixo tem seção transversal retangular, e está sujeita à uma distribuição de tensão conforme o Diagrama de Tensões abaixo. Determine o momento fletor atuante na seção transversal.




2. Determine a máxima tensão de flexão (tração e compressão) que age na viga abaixo, em módulo. Representar o diagrama de tensões e determinar, em módulo, as tensões de flexão atuantes nos pontos A, B e C, para esta seção.







3. Determinar, em módulo, as máximas tensões de tração e compressão, devido à flexão, atuantes na viga abaixo.






4. Determine as tensões máximas de tração e compressão, devido à flexão, atuantes na viga abaixo.







5. Calcule as máximas deformações longitudinais, decorrentes das tensões normais devido à flexão, dos exercícios 1 à 4, admitindo-se que todas as vigas são compostas do mesmo material, com módulo de elasticidade (E) igual à 200GPa. Qual destas vigas apresenta o maior alongamento? Justifique.





6. Uma viga de ferro, simplesmente apoiada, de comprimento (L) igual à 16m e altura (h) igual à 30cm, é flexionada pelos momentos M em um arco circular, apresentando uma deflexão para baixo (δ). A deformação normal longitudinal (ε) – alongamento – na superfície inferior da viga é de 0,00125, e a distância da superfície inferior da viga até o plano neutro é de 15cm. Determine o raio de curvatura (ρ), a curvatura (κ) e a deflexão (δ) da viga.





7. Uma barra retangular de eixo curvo, tem raio (𝑟̅) igual à 100mm, uma seção transversal com largura (b) de 50mm e altura (h) de 25mm. Determinar a distância entre o centroide da seção transversal e a Linha Neutra da seção.





8. Para a barra do exercício anterior, determinar as máximas tensões de tração e compressão, admitindo-se a aplicação de um momento fletor (M) igual à 500N.m.



9. Tomando-se como base os valores dos exercícios 7 e 8, calcule o novo raio de curvatura da barra, após a aplicação do momento fletor. Admitir um módulo de elasticidade (E) do material igual à 26000MPa.





10. Calcule as máximas tensões atuantes na barra do exercício 7, caso a mesma fosse considerada uma barra de eixo reto. É razoável a adoção desta simplificação, nesse caso? Justifique.

5 comentários:

  1. Oi amigo, na questão 2 na hora de calcular o momento de inércia = a.b³/12 + A d²..... da onde voce tirou aquele (0,16)², tem um exemplo no HIBBELER que é a mesma coisa ele usa o 0,16² mas nao diz de onde saiu, se voce poder me responder!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Japa, o 0,16 representa a distancia (d na fórmula) do centro de gravidade total da figura, até o centro de gravidade da figura analisada, nesse caso é a distancia do centro de gravidade global até o centro de gravidade da área 2. Espero ter sido claro, qualquer dúvida é só falar. Abraço.

      Excluir
  2. Essa segunda questão é de que livro?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não é de nenhum livro. Pelo menos que eu saiba.

      Excluir
  3. como voc eachou o momento na questão 2 nao entendi direito?

    ResponderExcluir

Duvidas, criticas ou sugestões? Deixe seu comentário