Diagrama tensão-deformação idealizado de compressão

O diagrama tensão-deformação do concreto é obtido a partir de um ensaio de compressão simples, onde desde o carregamento inicial o mesmo não se mostra linear (ARAÚJO, 2014, v. 1). Contudo, a ABNT NBR 6118:2014 permite, no item 8.2.10.1, para tensões de compressão menores que metade da resistência à compressão do concreto, admitir uma relação linear entre tensões e deformações. Já para análises no estado-limite último, podem ser empregadas as simplificações propostas na seção 17 da referida norma ou o diagrama tensão-deformação idealizado descrito na figura a seguir. O diagrama tensão-deformação idealizado de compressão também pode ser chamado de diagrama parábola-retângulo.


Diagrama tensão-deformação idealizado
Fonte: ABNT NBR 6118:2014 p. 26.

Em que:

fck é a resistência característica à compressão do concreto;
fcd é a resistência de cálculo à compressão do concreto;
ε_cu é a deformação específica de encurtamento do concreto na ruptura;
ε_c2 é a deformação específica de encurtamento do concreto no início do patamar plástico;
ε_c é a deformação específica do concreto;
σ_c é a tensão à compressão no concreto.

Para concretos das classes C20 a C50, não existe diferença entre a ABNT NBR 6118:2014 e a ABNT NBR 6118:2003 neste ponto.

Postar um comentário

0 Comentários